DERSA e Codesp celebram convênio em benefício do meio ambiente

A DERSA assinou, na última sexta-feira, 15/1, convênio com a Codesp para compartilhar equipamentos e serviços em eventuais casos de ocorrências ambientais

Plano prevê compartilhamento de equipamentos e serviços para atender a possíveis ocorrências ambientais no Canal do Porto de Santos

São Paulo, 18 de janeiro de 2016 - A DERSA assinou, na última sexta-feira, 15/1, convênio com a Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo) para compartilhar equipamentos e serviços em eventuais casos de ocorrências ambientais no Canal do Porto de Santos, por onde trafegam os navios, as balsas da Travessia Santos/Guarujá e as lanchas de pedestres da Travessia Vicente de Carvalho/Praça da República.

Embora até hoje não tenha sido registrada nenhuma ocorrência relevante envolvendo derramamento de combustíveis e derivados na Área do Porto Organizado de Santos, o plano de trabalho prevê a sinergia entre DERSA e Codesp na utilização de atendimento emergencial que permita uma solução rápida, segura e ambientalmente adequada, integrando as operações das Travessias e o tráfego de navios.

O convênio também estipula a realização de simulados envolvendo equipes técnicas da DERSA e da Codesp nas áreas abrangidas pelas Travessias. O objetivo é possibilitar um melhor planejamento preventivo.

Para atender ao novo acordo, a DERSA já adquiriu materiais e equipamentos que poderão ser utilizados na eventual contenção de possíveis vazamentos em águas costeiras. Como a probabilidade desse tipo de ocorrência é baixa, o convênio estabelece que o atendimento emergencial em caso de acidente será efetuado pela Codesp, que já dispõe da infraestrutura necessária. A DERSA, assim, se responsabilizará pelo ressarcimento das despesas incorridas pela Codesp, caso a ocorrência seja registrada a partir de incidente em embarcações das Travessias Litorâneas do Estado de São Paulo.

Fora essa circunstância, o convênio não implica em repasse de valores entre as duas partes envolvidas.