Meio Ambiente
Acessibilidade A+ A- C

DERSA entrega sedes da Polícia Ambiental, Agência Ambiental da Cetesb e Núcleo de Fiscalização da Coordenadoria da Biodiversidade e Recursos Naturais da Secretaria do Meio Ambiente

A sede do Embu está localizada próximo à confluência entre a Rodovia Regis Bittencourt e o Rodoanel foi entregue em 23/09/2010

As novas unidades fortalecerão o trabalho de fiscalização no entorno do Rodoanel Sul e nas regiões de mananciais.

A sede do Embu está localizada próximo à confluência entre a Rodovia Regis Bittencourt e o Rodoanel foi entregue em 23/09/2010.

No local já estão em operação: uma sede do Pelotão da Policia Ambiental com área de 1.248m2 e uma agencia ambiental da CETESB com área de 1.539m2.

A construção da sede faz parte de convênio firmado com a Coordenadoria de Biodiversidade e Recursos Naturais (CBRN) que prevê a intensificação da fiscalização em áreas de proteção aos mananciais, na região de abrangência do trecho sul do Rodoanel, em razão dos possíveis efeitos que a implantação do empreendimento poderá provocar como alteração do fluxo de tráfego e revitalização de áreas atualmente sem ocupação, entre outros.

Também no âmbito do convênio foram adquiridos pela DERSA e entregues à Polícia Ambiental 31 veículos, 8 motos, 3 embarcações ? com suas respectivas carretas de transporte - e 2 carretas de transporte de motos, totalizando 42 equipamentos modernos e ágeis para auxiliar no patrulhamento dessa importante área de Mata Atlântica.

Este reforço se soma aos projetos ambientais criados para o trecho sul do Rodoanel, que resultou em um dos mais avançados do mundo em termos de preservação do meio ambiente.

Foram 26 programas ambientais, voltados para a preservação da flora, da fauna e do patrimônio arqueológico, histórico e cultural, de apoio à proteção e recuperação de mananciais, de monitoramento da qualidade da água, do ar e de ruídos e de atendimento a emergências ambientais durante a construção. Também foram criadas unidades de preservação e parques ao longo do traçado.

O Programa de Reflorestamento, que promove o plantio de mudas de espécies nativas, contemplou ainda a criação de viveiros em todos os municípios impactados.

No total serão preservados, revitalizados ou recuperados mais de 5 mil hectares de áreas verdes, o equivalente a 34 parques do Ibirapuera. Para cada árvore suprimida foram plantadas 5.

Mesmo tendo autorização das autoridades ambientais competentes para suprimir vegetação em toda a faixa de domínio, para a construção do Trecho Sul do Rodoanel foi retirada somente a vegetação onde foi construída a pista, o que equivale a 212 hectares.
A sede do Embu está localizada próximo à confluência entre a Rodovia Regis Bittencourt e o Rodoanel foi entregue em 23/09/2010.

Como compensações ambientais foram feitos investimentos na criação de 4 Unidades de Conservação no município de São Paulo, totalizando mais de 1.200 hectares de áreas protegidas, além da revitalização do Parque do Pedroso, em Santo André, e investimentos no Parque Estadual da Serra do Mar e no Parque Estadual Fontes do Ipiranga. Foram criados também mais quatro parques: para preservar as várzeas do Rio Embu Mirim, os de Embu e Itapecerica; para preservar as margens do Rio Grande, onde está localizada a captação da SABESP, o Parque Riacho Grande, localizado entre o Rodoanel e a represa Billings. Também estão sendo implantados parques lineares, numa faixa de até 300 metros de cada lado da pista, conectando as 4 unidades de conservação criadas no município de São Paulo.
As áreas preservadas serão transferidas para as prefeituras dos municípios impactados pela rodovia, que serão responsáveis pela gestão das mesmas.

Além da preservação de áreas verdes, por meio da criação e revitalização de parques e unidades de conservação, a DERSA está realizando a recuperação de áreas degradadas com plantio de 1.016 hectares de plantas nativas, o equivalente a 2,5 milhões de mudas de 80 espécies nativas de Mata Atlântica, entre as quais: Pau-Brasil, Ipê Branco, Ipê Roxo, Ipê Amarelo, Pau-Ferro, Buriti, Quaresmeira, Manacá da Serra, Peroba Rosa e Pessegueiro Bravo.
Até o momento foram plantados 867,83 hectares 85,42% do total.

Esses plantios estão sendo realizados nas áreas de intervenção da obra, em áreas degradadas dentro dos parques, em áreas indicadas pelas prefeituras e na proteção dos mananciais que abastecem a região Metropolitana. Além das bacias dos reservatórios Billings e Guarapiranga, também foram executados plantios no Morro Grande (Sistema Alto Cotia), no sistema Cantareira e no sistema Alto Tietê, todos responsáveis pelo abastecimento da Grande São Paulo, trazendo benefícios ao meio ambiente e à produção de água.

O Trecho Sul do Rodoanel representa um grande ganho não só no transporte e no trânsito, mas também na preservação do meio ambiente nestas importantes áreas de mananciais da Região Metropolitana.