Acidentes caem 69% na Rodovia dos Tamoios durante o Carnaval

Pelo segundo ano consecutivo, a Rodovia dos Tamoios não registrou acidentes com morte durante o Carnaval.

Pelo segundo ano consecutivo, não há registro de mortes

São Paulo, 6 de março de 2014 - Pelo segundo ano consecutivo, a Rodovia dos Tamoios não registrou acidentes com morte durante o Carnaval. O número total de acidentes entre 28/2 e 5/3 (com e sem vítimas), durante a Operação Carnaval, apresentou queda significativa, de acordo com levantamento parcial divulgado na quarta-feira às 12 horas pela DERSA - Desenvolvimento Rodoviário S/A. A redução foi de 69% em relação ao mesmo período de 2012 (antes da duplicação da Nova Tamoios Planalto), e de 25% sobre 2013 (com a rodovia em obras). Foram registrados 12 acidentes neste Carnaval, 16 em 2013 e 39 em 2012.

O tráfego este ano no período analisado chegou a 160 mil veículos, aumento de 5% em relação a 2013 (152 mil) e queda de 10% sobre 2012 (178 mil).

A redução no número de acidentes deve-se às condições de segurança da Nova Tamoios Planalto, que teve seus 49 km de pistas duplicados e entregues no dia 24 de janeiro pelo governo do Estado, depois de 20 meses de obras.


A tendência de queda no número de acidentes tem se mantido desde 2013. Naquele ano, com a rodovia ainda em obras, diversos fatores contribuíram para a baixa no índice, como a redução da velocidade para 60 km/h e do fluxo provocada por desvios e interrupções no tráfego com operações Pare e Siga.

Durante o feriado, a DERSA montou um esquema especial para a operação da rodovia, iniciada no dia 28 de fevereiro e finalizada nesta quarta-feira (5/3). Durante os seis dias, foram registrados períodos de tráfego intenso, mas sem paralisações. A intervenção das equipes de apoio, com o auxílio de guinchos e ambulância, permitiu também a pronta remoção de veículos acidentados ou em pane, impedindo a formação de filas. As condições no trecho de Serra também melhoraram com recapeamento da pista, reforço da sinalização e reposicionamento de radares.

A Operação Descida, implantada a partir do km 67 na Serra, contou com uma inovação: a criação de uma faixa suplementar (de cor azul) utilizada para sinalizar a colocação dos cones de separação, aumentando a capacidade da via e melhorando a segurança para os motoristas.

Os motoristas contaram também com informações atualizadas, em tempo real, sobre as condições de tráfego da rodovia pelo Twitter (Twitter @novatamoios) e pelo telefone 0800 055 55 10, além de oito painéis de mensagens variáveis (quatro em cada sentido da rodovia).

 

Nova Tamoios Planalto

A Nova Tamoios Planalto foi entregue pelo governador Geraldo Alckmin no dia 24 de janeiro. As obras de duplicação, entre o km 11,5 e o km 60,5, iniciadas em maio de 2012, aumentaram a capacidade de tráfego da via em 98%. Foram investidos R$ 1,1 bilhão.

A Nova Tamoios Planalto possui barreiras de concreto dividindo as duas pistas, telas anti-ofuscantes, acostamentos com 3 metros de largura, retornos e passagens em desnível. O traçado foi aperfeiçoado, com retificação de curvas acentuadas e de rampas íngremes. Todas essas inovações garantiram maior segurança para motoristas e moradores dos municípios da região, reduzindo o risco de acidentes, principalmente as colisões frontais. A capacidade viária do Planalto passou de 1.820 para 3.600 veículos por hora.

Foram eliminados todos os cruzamentos em nível na pista. Os retornos e acessos aos municípios são feitos por passagens subterrâneas ou viadutos.

O resultado foi uma diminuição de 7:30 minutos no tempo médio das viagens ao longo dos 49 quilômetros que compõem o trecho Planalto. Isso representa uma economia anual de 700 mil horas já em 2014.

DERSA - Desenvolvimento Rodoviário S/A