Visita do Governador marca o primeiro encontro de escavações de túnel no Rodoanel Norte

O governador Geraldo Alckmin fez nesta quarta-feira, 17/2, visita técnica ao Lote 2 das obras do Rodoanel Norte

Geraldo Alckmin faz visita técnica ao Túnel 202 e comanda o rompimento de paredes que uniu as duas frentes de obras

São Paulo, 17 de fevereiro de 2016 – O governador Geraldo Alckmin fez nesta quarta-feira, 17/2, visita técnica ao Lote 2 das obras do Rodoanel Norte, no Jardim Peri, em São Paulo, onde acionou a detonação que permitiu o encontro das escavações em sentidos Leste e Oeste do Túnel 202, compondo assim sua extensão definitiva de 701 metros na pista externa.

Por ser o primeiro a ter concretizada a abertura do ponto de encontro entre as duas frentes de obras, o Túnel 202 configura-se como um “marco” do empreendimento. Também acompanharam o evento o secretário estadual de Logística e Transportes, Duarte Nogueira, e diretores da DERSA.

“Estamos com 4.800 trabalhadores nos seis lotes da asa norte do Rodoanel, que começa na Dutra, passa pelo Aeroporto de Cumbica e Fernão Dias e integra com a Bandeirantes. A obra está com 53,4% já executada”, disse Alckmin ao ressaltar que o Rodoanel Norte é uma obra extremamente importante e estratégica porque vai tirar 18 mil caminhões das marginais de São Paulo (Tietê e Pinheiros), reduzir o custo do transporte para Cumbica e Porto de Santos, além de reduzir de 6% a 8% a emissão de gases do efeito estufa.

O Túnel 202 é um dos sete túneis duplos do Rodoanel Norte, que somam 6,1 quilômetros em cada sentido. O traçado também terá 114 OAEs (Obras de Arte Especiais - pontes/viadutos), totalizando 12,68 quilômetros.

O investimento total é de R$ 6,9 bilhões, sendo R$ 2,8 bilhões do Tesouro Paulista, R$ 2,1 bilhões de um financiamento do Estado junto ao BID e R$ 2,05 bilhões de convênio com o Governo Federal. 

O RODOANEL NORTE terá 44 km de extensão e interligará os trechos Oeste e Leste do Rodoanel. Começa na confluência com a Avenida Raimundo Pereira Magalhães, antiga estrada Campinas/São Paulo (SP-332), e termina na intersecção com a Rodovia Presidente Dutra (BR-116). O trecho prevê acesso à Rodovia Fernão Dias (BR-381), além de uma ligação exclusiva de 3,6 km para o Aeroporto Internacional de Guarulhos.
 
O Rodoanel é uma rodovia "Classe Zero" (de alto padrão técnico e controle total de acesso) que circunda toda a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). O trecho Norte, em especial, terá maior influência sobre Santana do Parnaíba, Cajamar, Francisco Morato, Franco da Rocha, Caieiras, Mairiporã, Santa Isabel, Itaquaquecetuba, Arujá, Guarulhos e São Paulo.

Com sua construção, o tráfego de passagem, sobretudo de caminhões, será distribuído e realocado no entorno da RMSP, melhorando o fluxo nas marginais e consequentemente o trânsito dos veículos de transporte coletivo. Estima-se que o RODOANEL NORTE irá retirar 18,3 mil caminhões por dia da Marginal Tietê. A abertura ao tráfego está prevista para começar no segundo semestre de 2017.