Travessias
Acessibilidade A+ A- C

Iguape/Juréia recebe ferryboat reformado e remodelado com investimento de R$ 1,5 mi

Embarcação reformada com recursos do Governo do Estado chega para ampliar a capacidade operacional da travessia no Litoral Sul

São Paulo, 16 de janeiro de 2017 – Com o retorno da balsa FB-13, a DERSA ampliou a capacidade operacional da Travessia Iguape/Juréia, no Vale do Ribeira, de 72 para 126 veículos por hora em cada sentido. Durante seis meses, a embarcação passou por um amplo trabalho de reforma e remodelação, para garantir mais segurança e conforto para os usuários.

O investimento do Governo do Estado foi de R$ 1,5 milhão e contemplou a remodelação de toda a estrutura e a substituição das chapas de aço, além da troca dos equipamentos de salvatagem e a implantação de um novo visual: o antigo amarelo deu lugar ao branco, com grafismos em azul e cinza. O FB-13, com capacidade para transportar até 54 veículos e 765 passageiros por hora em cada sentido, é equipado com dois motores de 250 HP cada um.

É a décima-terceira embarcação totalmente remodelada e entregue desde o início de 2016. Em janeiro do ano passado, a lancha Valongo I voltou a operar na Travessia Cananéia/Ariri. No início de março, a Travessia Cananéia/Ilha Comprida recebeu os ferryboats FB-16 e FB-Bacharel. No mês de abril, foi a vez dos FB-19 e FB-15 chegarem à Travessia Santos/Guarujá. Em maio, os usuários da Travessia Santos/Vicente de Carvalho receberam a lancha Paicará, a maior da frota, com capacidade para 728 passageiros, enquanto os usuários da Travessia São Sebastião / Ilhabela contaram com o retorno do FB-Valda II. Em outubro, a Travessia Iguape/Juréia também foi reforçada com a entrega do FB-Ribeira. Em novembro foi concluída a reforma do FB-17, entregue em Santos/Guarujá. E por fim, no mês de dezembro, foram entregues três embarcações: lancha Itapema I, para a Travessia Santos/Vicente de Carvalho, FB-29, para a Travessia São Sebastião/Ilhabela, e FB-14, para a Travessia Guarujá/Bertioga.

As 13 embarcações reformadas somam o investimento de R$ 26,8 milhões, que faz parte do Programa de Modernização das Travessias Litorâneas, iniciado em 2011. Desde então, o Governo Paulista aplicou mais de R$ 270 milhões, o que resultou num aumento de 30% na capacidade operacional do sistema.

Serviços para o usuário

Os canais de contato da DERSA para dúvidas, críticas, sugestões e reclamações são os seguintes: ouvidoria@dersa.sp.gov.br e telefone 0800 72 66 300. Horário de atendimento: segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. 
Para acompanhar as informações das Travessias Litorâneas do Estado de São Paulo, acesse http://www.dersa.sp.gov.br/empreendimentos/travessias-litoraneas/ ou o twitter: @travessiasdersa.