Travessias
Acessibilidade A+ A- C

Travessia Cananéia-Ariri recebe lancha totalmente reformada e com novo visual

Após três meses afastada da operação, nesta segunda-feira, 11 /1, a lancha Valongo I voltou a realizar a Travessia Cananéia-Ariri

Investimento de R$ 1 milhão do Governo do Estado de São Paulo garante segurança e conforto para turistas e comunidades ribeirinhas

São Paulo, 13 de janeiro de 2016 – Após três meses afastada da operação, nesta segunda-feira, 11 /1, a lancha Valongo I voltou a realizar a Travessia Cananéia-Ariri. Nesse período, a embarcação com capacidade para 84 passageiros passou por uma ampla reforma que incluiu a recuperação de assentos, banheiros, cabine de comando, casco, tubulações, compartimento de máquinas, e motores. Os equipamentos de salvatagem foram totalmente substituídos e a lancha voltou mais bonita: o antigo amarelo deu lugar ao branco, com novos grafismos em azul e cinza.

Além da segurança, a Valongo I oferece aos usuários uma viagem que reúne conforto e comodidade. É equipada, por exemplo, com um freezer para que os passageiros possam transportar alimentos perecíveis durante o longo percurso, de até três horas em cada sentido. Outra característica interessante é uma minibiblioteca interna, que empresta livros e revistas para os passageiros utilizarem durante o trajeto.

O investimento na reforma foi de cerca de R$ 1 milhão e é fruto do Programa de Modernização das Travessias Litorâneas, iniciado em 2011. Desde então, o Governo do Estado de São Paulo investiu mais de R$ 270 milhões nos oito serviços de travessias litorâneas administrados pela DERSA. Trata-se do maior investimento já realizado na história das Travessias Litorâneas paulistas e resultou num aumento de 30% na capacidade operacional de todo o sistema.

Durante os três meses da reforma, a Valongo I foi substituída pela lancha Canéu, também da DERSA. Com o retorno da Valongo I, a Canéu retorna à operação na Travessia Vicente de Carvalho-Praça da República, em Santos.

A travessia aquaviária Cananéia-Ariri é a ligação mais rápida e segura entre o centro de Cananéia e o bairro Ariri, o mais afastado da cidade. Bastante utilizada por moradores de comunidades ribeirinhas, a lancha Valongo I é, muitas vezes, a única alternativa para transportar compras de supermercado ou chegar, por exemplo, à escola e à farmácia. O percurso, que corta a região conhecida como “Mar Pequeno”, conta com três paradas regulares: Marujá, Pontal do Leste e Ariri. Contudo, sempre que solicitado pelos moradores da região, a embarcação também faz paradas excepcionais em outros pontos localizados ao longo do seu trajeto.
A Travessia Cananéia-Ariri também é muito procurada pelos amantes do turismo ecológico. A região é tombada pela Unesco como patrimônio natural da humanidade. O itinerário e os valores das tarifas podem ser consultados no site www.dersa.sp.gov.br.